CLARICE LISPECTOR NO MUNDO DA MAQUIAGEM

“Cuidado com a moda. Ela é uma generalidade, e você é um indivíduo, isto é, alguém muito particular”.

Escreveu Clarice Lispector, nossa poderosa escritora nascida na Ucrânia e radicada desde criança no Brasil.

Autora de grandes obras como: Água Viva, A Paixão Segundo GH, Perto do Coração Selvagem, A Hora da Estrela, Onde Estivestes de Noite…

Será que com tantas obras complexas de Clarice, que como ninguém soube descrever as inquietações da alma (talvez para tentar calar sua própria inquietação), tantos textos sublimes, você acreditaria que ela escreveu sobre… Maquiagem???

Eu também fiquei passada, frente e verso quando resolvi me aprofundar, e veja só:

Entre os anos 50 e 60, Clarice escreveu sob os pseudônimos de Tereza Quadros, Helen Palmer e Ilka Soares para os jornais Comício e Correio da Manhã.

Escrevia dicas para mulheres sobre felicidade, saúde, beleza, etiqueta, maquiagem… e tudo mais que envolve o universo feminino.

Suas dicas sobre “linha das sobrancelhas”, “como levantar o olhar” e muitas outras, são dignas de uma “expert”.

A editora Rocco lançou uma coletânia desses artigos em um livro chamado “Só Para Mulheres” em 2008.

E não é só nesses artigos que Clarice pensava em maquiagem. Trocava grandes segredos com a escritora e amiga Lygia Fagundes Telles (essa informação está na forma de um conto, no livro: “Durante Aquele Estranho Chá”, da Lygia).

E além disso, Clarice não abria mão de dedicar-se a vaidade, como podemos ver em todas as suas fotos. O delineador tornou-se parte de Clarice.

Nos dias de hoje, algumas mulheres cultas e inteligentes, nas mais variadas profissões ainda tem o estigma de que quem se maquia é fútil e superficial.

Clarice nos mostra que é possível ser inteligente e saber aplicar um bom delineador.

Com a frase que abre esse texto, nos mostra até mesmo conceitos de visagismo. Que somos únicas e para nos sentirmos bonitas, confiantes e sedutoras, precisamos entender nossas próprias linhas, valorizar o que temos, independente das cores da moda é saber aplica-las e entender quais funcionam melhor com a gente e com nosso estado de espírito!

Portanto, inspirada em Clarice, te lanço um desafio:

–  Olhe-se mais no espelho com olhos amorosos e menos críticos.

–  Teste cores novas, mas não esqueça dos clássicos.

–  Cara lavada, não! Prefira nude, ou seja tonalize com base o rosto, batom cor de boca, lápis bege ou marrom nos olhos e máscara para cílios incolor.

–  Saindo para “matar”? Ênfase nos olhos! Delineador, sombras mais escuras, ou que tal uma boca provocantemente vermelha, pink ou púrpura?

 Diria Clarice:

“Liberdade é pouco. O que eu desejo ainda não tem nome.”

 Nota:

 Fui assistir à peça “Simplesmente Eu, Clarice Lispector” interpretada por Beth Goulart, bem no final de sua temporada de encerramento no Centro Cultural Banco do Brasil.

Por intermédio de uma funcionária, conheci um dos assessores da Beth e tentei fazer umas perguntas sobre a composição da maquiagem da personagem.

Por se tratar de um monólogo, a atriz estava concentradíssima em suas técnicas vocais e então… resolvi ficar na fila para pegar meu ingresso.

Sabe essas tardes atípicas de inverno, onde a temperatura é de pleno verão?

Naquela espera, conheci Eloá, uma atriz apaixonada pelas obras de Clarice, assim como eu.

Não demorou muito, começamos a conversar com Amabily.

Em meia hora, éramos verdadeiras amigas de infância. Então chegou Denize, amiga de Eloá e resolvemos tomar um café ali perto.

Quatro mulheres, completamente desconhecidas, conversando sobre teatro, amores, trabalho e maquiagem, claro!

Assistimos a peça e realmente Beth estava incrível como Clarice.

Nós, na platéia, quase sem respirar vivendo aquele inusitado e mágico encontro entre mulheres.

Onde pude concluir que Clarice vive em Beth, em Eloá, Amabily, Denize… em mim e entre tantas outras mulheres que se permitem refletir sobre sua existência, ambições, paixões e também batons, sombras, blushes, cremes…

Obrigada meninas, vocês são especiais.

Anúncios
Esse post foi publicado em Maquiagem e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

6 respostas para CLARICE LISPECTOR NO MUNDO DA MAQUIAGEM

  1. Morgana Souza disse:

    Toda mulher tem um pouco de Clarice! bjo

  2. mecolore disse:

    Morg! Toda mulher tem um pouco de Clarice… e Clarice teve muitas de nós dentro de si.
    Amo tanto quanto maquiagem… rs

  3. lea aguiar disse:

    Anei seu texto! Fiquei fã. Parabens!

  4. Mayanne Maia disse:

    Gostei muito de encontrar esse post. Bom conteúdo. Obg!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s