ME COLORE NO SEBO

A primeira vez que coloquei meus pés em um sebo, eu devia ter uns 9 anos.

Levada pelo meu cunhado Roberto Ambrosio, o Beto (que é aliás padrinho do Me Colore!), ganhei um livro chamado Bolofofos e Finifins, não me pergunte o nome do autor que não sei mas esse livro marcou minha infância e o começo do que seria uma de minhas grandes paixões: os livros.

Muitos e muitos livros depois e vários anos… rs, resolvo ir ao Fnac, em Pinheiros. Cansada de tanta prateleira de auto ajuda e títulos fast-food, me lembrei de vários sebos que tem na Av. Pedroso de Moraes.

Entro de um em um, perguntando sobre livros de maquiagem e beleza.

Com muita má vontade, me levam para a seção de Etiqueta, folheio uns livros e não me interesso pelos talheres que devo comer peixe ou como comer coxas de frango.

Atravesso a rua sem esperança, pensando: só mais um…

Da porta, já gosto do estilo meio vintage, com cara de biblioteca da casa de Carlos Drummond de Andrade ou Clarice Lispector.

Então, conheço Leandro, vendedor do sebo. Vou logo dizendo o que quero e ele diz que pegou um livro de maquiagem mas não o encontra.

Deixo meu telefone para caso encontre o fujão.

Passa uns dias Leandro liga: “Tem um livro aqui, talvez interesse.”

Fui buscar o livro: Maquiagem, de Marcia Cezimbra, da Ed. Senac. Gosto do livro, só não gosto do capítulo passo a passo, tem umas fotos medonhas. O close da boca me assusta de tão grotesco.

Leandro está lá, ouvindo jazz enquanto trabalha. Na hora de pagar, vejo um quadro de avisos abarrotado de papéis e fico sabendo que é um mural de coisinhas que as pessoas esquecem dentro dos livros.

Aquilo que um dia foi importante, um recado, uma carta de amor daquelas bem melosas, uma lista de compras, tudo que ficou ali, com a história do livro deixada para trás.

Puxo assunto, Leandro me diz que é formado em História pela USP e está a caminho do mestrado, trabalha no sebo há 1 mês.

Me conta que o dono do sebo, Bernardo é escritor e traduz muitas obras em várias línguas e tem o maior carinho pelo lugar.

A conversa tá boa, mas vou me atrasar. Me despeço de Leandro pedindo que se houver algúm livro relacionado ao tema, por favor me avise.

Mas tem tantos livros, tantos temas!

Precisamos de arte e literatura para nos servir de inspiração.

Se maquiar feito a mocinha  que você imagina naquela história, ou fazer um look misterioso como a personagem do outro livro, ou ainda bancar a fatal.

Depende do dia, da sensação do momento.

E descubro o porquê gosto de maquiar…

Na verdade gosto mesmo é de gente, de parar para escutar suas estórias e seus anseios.

E da próxima vez, juro que levo um chá.

Tati Felix

Ah, o Sebo em questão é o Sebo Avaloara.

Av. Pedroso de Morais, 809 Pinheiros, São Paulo

fone: 3815-7215

Nota: Quando falei com meu cunhado que iria escrever um post sobre o sebo, ele me indicou na hora o filme: Nunca te vi, Sempre te amei, com o Antony Hopkins.

Claro que fui buscar na hora e amei!

Anúncios
Esse post foi publicado em Maquiagem, Uncategorized e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

10 respostas para ME COLORE NO SEBO

  1. roberto disse:

    Vc começou bem…Bolofofos e Finifins é do excelente escritor francês Andre Maurois (na verdade se chamava Salomon Wilhem Herzog). Se nao me engano era uma edição de bolso da Ediouro, com tradução do Fernando Sabino…eita…túnel do tempo…

  2. ferdssp disse:

    Adoro esse mundo dos Sebos, tudo é meio mágico e empoeirado…por sorte SP está recheada deles. Prefiro um Sebo do que essas livrarias lotadas de auto-ajuda e pessoas metidas a intelectuais [o q vemos aos montes na livraria cultura]. Adorei o mural deles…se tiver tempo eu vou conhecer o sebo.

    Bjos…

  3. Jana disse:

    Acabo de descobrir uma coisinha linda, que nos liga!!!
    Beijos!

    TATI: “E descubro o porquê gosto de maquiar…

    Na verdade gosto mesmo é de gente, de parar para escutar suas estórias e seus anseios.”

    JANA: “E descubro porque escrevo…

    Na verdade gosto mesmo é de gente, de parar para escutar suas estórias e seus anseios.”

    • mecolore disse:

      Jana! Que delícia essa ligação!
      A vida é mesmo cheia de surpresas… E como podemos nos relacionar com pessoas que nunca imaginaríamos através desse fabuloso mundo dos blogs!
      Vem pra Sampa, Jana!
      Besos

  4. Tati!! Fico tão feliz de ver seu trabalho!! Olha naquele mural de coisnhas esquecidas, tem um marcador de livro que eu tive (eu amo ler) e me fez recordar de momentos muito bacanas. Seu texto é uma delicia de ler, acho que escrever um livro sobre make up não é uma má idéia…e nós agradecemos!!! Beijos minha amiga e muito progresso e realizações em sua jornada.

    • mecolore disse:

      Van!
      A casa está sempre aberta… rs
      O grande barato é esse! Relembrar momentos, pessoas, lugares…
      Um livro? Quem sabe, um dia…
      Mto obrigada pelo carinho e pelas boas vibrações!
      Te espero em Sampa!
      Besos

  5. Tati, ia ser incrível um livro seu sobre make, ou qualquer outro assunto, pois seus textos são uma delícia de ler… Se escrever o livro vou ser a primeira a comprar…

    Beijos..Saudades…

    Natthy Frutuoso, Montes Claros, MG

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s